top of page
  • Kayano

Bruna Kayano

Olá, meu nome é Kayano e a arte está pertin de mim!


Não saberia por onde começar a falar sobre a minha história com a arte. Sinto que desde que o ar inundou os meus pulmões pela primeira vez, meu destino já estava traçado. Desde pequena sempre fui muito tímida e retraída, brincava em silêncio com os meus lápis e tintas, chegava a assustar meus pais pelo silêncio que se instaurava nos cômodos onde eu estava. Almejava ir à escola quando via as crianças passando pela janela com as suas mochilas coloridas e cheias de desenhos, tudo parecia mágico pra mim.


É difícil resumir essa história em poucos parágrafos, já que, a cada dia que se passava eu descobria mais e mais o meu desejo de me expressar. Pensando bem, a arte sempre foi meu maior modo de expressão. Eu desenhava, escrevia e dançava, tudo desde muito nova. Quando a depressão e a ansiedade me alcançaram - lá pelos meus 13, 14 anos -, foi a arte que me manteve de pé. Durante as crises eu me via pegando um lápis e me entregando ao desejo de criar. Quando me vi um pouco melhor emocionalmente, acabei deixando isso um pouco de lado, foquei na leitura e de vez em quando, escrevia.


Ano passado, quando a quarentena começou, me vi completamente perdida novamente. As semanas se passavam, mas eu me via estática no mesmo lugar. Dia após dia, a mesma sensação de incapacidade me abraçava, até quase me sufocar. Então, num impulso qualquer, comprei um sketchbook e voltei a desenhar. Esse pequeno ato, que poderia não ter resultado em nada, me trouxe de volta a liberdade. Às vezes, bem devagarzinho, a depressão ainda me encontra. Nesses dias eu me debruço sobre a escrivaninha e me conecto com a minha essência enquanto traço formas em um papel.


Querido leitor, fico feliz em ver que você chegou até aqui! Espero que os artigos que você irá encontrar por aqui te abracem de alguma forma assim como a arte me abraçou. Será um prazer poder te mostrar que a arte, de fato, está pertin d’ocê. 💜





19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Isabelly

bottom of page