top of page

O desenho no processo de desenvolvimento cognitivo

Oi pessoal! Aqui é a Nicole, e hoje queria falar um pouco sobre como a arte pode influenciar no processo de desenvolvimento cognitivo! Esse tema pode ser um pouco desconhecido, já que eu mesma nunca tinha pensado sobre isso. Mas, pesquisando um pouco, descobri como são interessantes os diversos impactos que a arte pode ter nas nossas vidas, então resolvi compartilhar com vocês!


No decorrer da vida existem atividades que causam estímulos específicos no indivíduo, mas que acabam não sendo percebidos, e a arte é uma delas. Desse modo, o desenho infantil tem se estabelecido como um assunto de intensa averiguação de diversos pesquisadores. [1] A representação gráfica é uma das mais antigas formas de comunicação humana e, nas crianças, a expressão em forma de desenho se desenvolve antes mesmo dela conseguir dominar a leitura e a escrita, permitindo a representação de seus sentimentos e pensamentos. [2]


Figura 1: O desenho no desenvolvimento infantil [3]


Enquanto instrumento de avaliação dos aspectos cognitivos, o desenho é entendido como expressão dos aspectos do desenvolvimento, onde existe um típico ciclo infantil que pode ser analisado partindo-se da produção gráfica. Na fase inicial, a criança não desenha aquilo que vê, mas sim aquilo que sabe. À medida em que se desenvolve, a criança busca representar os objetos da maneira como os vê, surgindo então os conceitos de proporção, tamanho, relação espacial e posição relativa. [2]


Por meio da arte pode-se decifrar o que a criança sente, por isso pode-se dizer que é um meio eficaz de comunicação entre ela e o mundo à sua volta. Observa-se que, conforme a criança vai crescendo, seu desenho também evolui. Cada faixa etária passa por uma fase do desenho e, com o amadurecimento intelectual, a mensagem desenhada vai se tornando mais perceptível àqueles que a cercam. [2]


À medida que o desenvolvimento infantil vai se processando, a criança tende a modificar suas reações emocionais com o convívio social, aprendendo a controlar melhor suas emoções. Na idade pré-escolar, o choro, os gritos ou movimentos violentos, que fazem parte do contexto sócio-cultural ou uma forma de libertar suas emoções, são substituídos por outra forma de expressão. [4] Assim, ao interpretar seus desenhos, é aberta a possibilidade de acompanhar o crescimento intelectual de cada criança, conhecer seus pensamentos e analisar sua maneira de enxergar o mundo. [2]


Ademais, a escola de educação infantil deve ser um espaço pronto para favorecer o aperfeiçoamento dos processos cognitivos, perceptivos, psicomotores, emocionais e sociais da criança por meio da exploração e experimentação, valorizando a descoberta do novo para a reconstrução de conhecimentos. Visto que são sujeitos sociais, elas têm o direito às mais diversas experiências culturais (brincadeiras, literatura, música, desenhos, pintura). [4]


Figura 2: Como desenhar ajuda no desenvolvimento da criança? [5]


Contudo, é comum encontrar escolas pobres em atividades que estimulem a criança, onde orientadores e professores apenas cumprem com seus planos de aulas de modo mecânico, sem dar espaço à participação dos alunos e inibindo a expressão da criatividade, oferecendo somente atividades limitadas. Diante desse problema, é de extrema importância que o orientador tenha sempre consciência do seu papel e do caráter libertador que a arte representa em sala de aula, visando sempre a participação do aluno e sua expressividade, valorizando sua subjetividade. [1]


Cabe, portanto, à escola valorizar os momentos de criatividade em que as crianças se expressam por meio de desenhos, manifestando seu conhecimento e aprendizagem. [4]



RECOMENDAÇÕES:

Se você se interessou pelo tema e gostaria de ver mais, você pode acessar esse link para assistir um vídeo sobre a importância do desenho na educação infantil: https://www.youtube.com/watch?v=L2EBlzcuBSo


FONTES:


[1] https://repositorio.uninter.com/bitstream/handle/


[2] https://portal.unisepe.com.br/unifia/wp-content/uploads/sites/


[3] https://www.museudaimaginacao.com.br/blog/


[4] https://portal.fslf.edu.br/wp-content/uploads/2016/12/tcc_02-1.pdf


[5] https://grupomarista.org.br/blog/desenvolvimento-infantil/


486 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page